Gerente de Enfermagem pode Ganhar até R$ 17.000 mil reais

Você sabia que o salário de um gerente de enfermagem pode chegar até um pouco mais de R$ 17.000,00?

O site Trabalha Brasil mapeou a média salarial do gerente de enfermagem, confira na imagem:

Fonte: Currículos cadastrados no Banco Nacional de Empregos e contribuições salariais do Salário BR nos últimos doze meses.

Observe que a média salarial varia de acordo com o porte da empresa e do nível profissional do enfermeiro.

Em uma empresa de grande porte, a depender do nível profissional, o gerente de enfermagem pode ganhar de R$ 6.028,45  à R$ 17.217,88.

É uma boa oportunidade para enfermeiros que desejam atuar nesta área.

Mas, afinal, o que faz um gerente de enfermagem?

Entre na nossa Lista e Receba Conteúdos Exclusivos

Assine nossa Newsletter grátis!

Fique tranquilo, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

O que faz um gerente de enfermagem?

Cada vez mais enfermeiros assumem responsabilidades e seu leque de atuação têm aumentado significativamente ao longo dos anos.

Se você é enfermeiro e gosta de gestão, então essa área pode ser para você.

O gerente de enfermagem tem a sua atuação voltada para organização do trabalho e os recursos humanos de enfermagem.

Ele é responsável pela direção, organização, planejamento, coordenação, execução e avaliação dos serviços de enfermagem e de suas atividades técnicas e auxiliares.

Neste sentido, o gerente de enfermagem trabalha com planejamento, dimensionamento de pessoal de enfermagem, recrutamento e seleção , educação continuada, supervisão, avaliação de desempenho.

Além disso, ele também cuida do gerenciamento de recursos materiais, dos custos dos serviços de enfermagem e entre outros.

Quais competências que um gerente de enfermagem deve possuir?

O COREN-SP mapeou  11 competências  para o bom desempenho das atividade do gerente de enfermagem.

1. Liderança

Capacidade de influenciar pessoas de forma a atingir ou superar os objetivos propostos pela instituição, investindo no desenvolvimento profissional e respeitando as diversidades.

2. Comunicação

Processo pelo qual ocorre a interação interpessoal, por meio do compartilhamento
de informações, conhecimentos, experiências, idéias e emoções que se expressam de maneira verbal e não-verbal.

3. Tomada de decisão

Processo de escolha da melhor alternativa, utilizando os conhecimentos adquiridos,
visando uma solução adequada para cada decisão, considerando limites e riscos.

4. Negociação

Capacidade de alcançar os resultados desejados, utilizando, como premissa, o consenso e conhecimento dos fatos, permeados pelos preceitos éticos, legais e técnico-científicos.

5. Trabalho em equipe

Habilidade de interagir com um grupo de pessoas, articulando ações que visem alcançar os
objetivos comuns, respeitando os limites, necessidades e diferenças individuais

6. Relacionamento interpessoal

Capacidade de agregar e interagir com pessoas de forma cordial, empática e profissional, proporcionando ambiente favorável ao desenvolvimento das atividades.

7. Flexibilidade

Capacidade de se adaptar a mudanças, de ser receptivo a críticas e sugestões e de rever
conceitos, mantendo o foco nos objetivos institucionais, preservando seus valores
profissionais.

8. Empreendedorismo

Identifica oportunidades inovadoras, prevendo riscos e executando ações de forma segura.

9. Criatividade

Desenvolver idéias inovadoras, facilitando ações do cotidiano.

10. Visão sistêmica

Visualizar, analisar e compreender a instituição como um todo e a relação entre as partes.

11. Planejamento e organização

Planeja, organiza e prioriza atividades a serem desenvolvidas, conduzindo as ações de modo que favoreçam a continuidade da assistência e do trabalho em equipe.

Entre na nossa Lista e Receba Conteúdos Exclusivos

Assine nossa Newsletter grátis!

Fique tranquilo, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

O que fazer para ser um gerente de enfermagem?

Para atuar nesta área é preciso ter uma graduação em enfermagem e também é recomendado uma especialização MBA em saúde.

É muito importante que o gerente em enfermagem busque compreender a gestão hospitalar como um todo, não fique limitado só aos processos de enfermagem.

Além disso,  é preciso que este profissional desenvolva um perfil de liderança, goste de trabalhar em equipe, saiba negociar e execute bem gestão de processos e recursos.

Referências

KURCGANT, Paulina. Gerenciamento em enfermagem. 2 ed. Rio de Janeiro: Guanabra Koogan, 2010.

COREN-SP. Revista Enfermagem. São Paulo: COREN, 2010.

COREN-MG. Deliberação nº. 176, de 06 de agosto de 2007.Baixa normas para definição das atribuições do Enfermeiro Responsável Técnico.

O que você acha de desenvolver seu lado gerencial e buscar o aperfeiçoamento profissional para ser um gerente de enfermagem bem sucedido?

Conheça o Programa de MBA em Gestão Hospitalar e de Serviços De Saúde da Atualiza Cursos e faça sua especialização em apenas 01 ano. Saiba mais clicando aqui.


2 Comentários


    1. Olá, Mariana.

      Bom dia.

      Muito obrigada pelo retorno, é um grande incentivo para nós :).
      Que bom que você gostou. Continue nos acompanhando, estamos trabalhando duro e em breve teremos mais novidades para você.

      Grande abraço,
      Adriana

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *